18/06/2014

SAI DE MIM, SATANÁS!


      
   Já contei aqui muita história do Cirino. E esta é outra. Todos já sabem que ele é um bebum de mão cheia. Mas não sabiam ainda que a dona Hildelícia, sua mulher, era evangélica. Pois bem. Num certo domingo, já de tardez
inha, Cirino foi chegando bêbado e quebrando uns copos e uns pratos para impor respeito. Quando resolveu que iria quebrar a televisão, Hildelícia, mais que depressa, deu um chega pra lá no fracote do marido e ligou pro pastor.
   - Vem cá, pastor, que meu marido tá com o demônio no corpo!...
   O pastor, homem com um monte de ocupações, demorou a chegar. E o bêbado Cirino, como todos os bêbados que têm em casa uma sala com sofá, mais tonto que um gambá, foi pra sala, deitou no sofazinho e dormiu. O pastor só chegou na boca da noite e foi logo perguntando pra dona Hildelícia, ainda na porta da rua:
   - Cadê ele?
   - Tá aí, durmino, na sala...
   O pastor mal avista o Cirino de boca aberta, babando e roncando, entra na sala e começa a orar, fazendo citações bíblicas e crente de que ali, naquele corpo, havia um demônio. Acima deles, onde antes existia uma lâmpada, só havia um bocal, deixando a sala escura. Mas o pastor, tão eufórico nas suas orações, nem notou este detalhe. E começou as suas exortações:
   - Sai do irmão, espírito do mal!... Sai do irmão, espírito ruim!... Sai do irmão, capeta!...
   Nessa hora, com as mãos para cima, ele, inadvertidamente, enfiou o dedo no bocal sem lâmpada. Aí o trem petecô. O choque foi tão forte que saíram fumaça e cheiro de carne assada. Mas o pastor, ainda eufórico, entusiasmado e concentrado na sua oração, acreditando piamente na presença do demo, continuou, olhando pro alto e tremendo pelo choque:
   - E sai de mim também, ô satanás! 
(Causo garimpado em Itapuranga-GO pelo amigo Divino Martins)
©By Eurico de Andrade, in Tabuí e seus Causoshttps://www.facebook.com/causos e http://tabui.blogspot.com.br/
Postar um comentário