04/05/2011

O difícil começo de quem vive à míngua

   Certo dia a Isailde, ainda com 17 anos e inexperiente, resolveu atender aos apelos do Sebastião, vulgo Sebá.
   - Ela vai liberá geral preu, Geraldo! É hoje que o porca torce o rabo, sô!
   Todo mundo sabia da taradice do Sebá pela Isailde. A bichinha não tinha sossego. Era convidada diariamente pra cama, pro mato, pra traz da casa, tudo para aliviar o sofrimento do Sebá. E ele insistindo. Mas como água mole em pedra dura tanto bate até que fura, Isailde cedeu.
   - Vai sê depois da reza, na moita de assa-pexe de intremeio com a igreja e o campo de futebor, quando todo mundo tivé ido simbora, Gerardo! Mais óia aqui, ó. Nada de ficá viagiano, heim?
   - Quequiéisso, sô! Pocontá comigo. Num óio e num conto pra ninguém!...
   Na hora do vamo vê, só a lua iluminando a moita de assa-peixe, tão lá os dois nos começos. Mas a moça resolveu pedir instruções pro namorado.
   - Óia, Sebá, num intendo do assunto de séquiço, diz oquecofaço, tá?
   Ele ficou orgulhoso de ser o primeiro a guiar Isailde pra vida.
   - Fica pricupada não, sá! Ó, primero cê levanta a saia!
   A menina, sem jeito pra caramba, fez o que lhe foi pedido.
   - Agora cê tira a carcinha! – disse ele excitadíssimo.
   - A não, Sebá! Tô cum veigonha! - O Sebá não agüentava mais de nervosismo e de impaciência...  
   Começa a tremer as pernas mas, ao dar uma olhada pro lado do campo de futebol, vê que o tempo fechou.
   - Corre, Zaíde! Poficá sem vergonha!... Agacha e mija digero. Eu vô caí fora, pois que o seu pai tá vino, pisano arto e com a pexeira na mão, sá! Ai, meu Deus, acode eu!!!...

5 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia bonito tópico , gostei muito, penso que poderiamos tornar-nos blog palls :) lol!
Tirando as brincadeiras o meu nome é Fábio, e à semelhança de ti publico paginas embora o tema principal do meu espaço é bastante diferente de este....
Eu estudo páginas de poker sobre dinheiro gratis para jogar poker online sem arriscares o teu cash......
Apreciei imenso o que vi escrito mais uma vez
Virei aqui mais vezes
Ps:tenho um portugues ruim.

Jalul disse...

Que bom que o Mestre voltou aqui para nos brindar com essa brincadeirinha atrapalhada do Sebá com a Zaíde.
Bom retorno!
Grande abraço!

Malu disse...

Sim, estes CAUSOS, contado assim, com a simplicidade e ingenuidade daqueles que ainda não foram (ou talvez eram) atingidos pelas coisas dos dias atuais...
Gostei muito de passar por aqui, meu amigo!!!
Abraço

MIRZE disse...

É sim, Eurico!

Não pode sair voando por aí e a gente aqui a ver navios.

Tadinha da Isailde, Esses homens todos tarados.

Beijos

Mirze

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
EURICO ANDRADE

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE CARROS DE FUEGO, MEMORIAS DE AFRICA , CHAPLIN MONOCULO NOMBRE DE LA ROSA, ALBATROS GLADIATOR, ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER ,CHOCOLATE Y CREPUSCULO 1 Y2.

José
Ramón...