26/06/2014

O ULTIMATO DO MÉDICO

 
 Pedrinha Bonitinha entra chorando na sala, pelo meio da manhã, com a malinha na mão e vai se despedir da patroa.
   - Vôimbora, dona Jandira! Vortá pra Tabuí causdiquê quero morrê junto do meu povo...
   - Mas, espere aí, Pe
drinha, não tô entendendo nada!... Você pode me explicar o que tá acontecendo?
   - Dona Jandira, a sinhora fala que seu marido não erra uma, né mezzz?
   - Sim, ele é um excelente médico, minha filha e nunca errou um diagnóstico... Mas o que tem a ver uma coisa com a outra?
   Pedrinha foi logo desembuchando, com cara de choro, não sem antes se benzer com o sinal da cruz.
   - O que tem a vê, dona Jandira? Vô morrê, sá! É que hoje de manhãzinha, niquiele foi pidi pra mode eu passá a camisa dele, ele alisô minha bunda, assim com as duas mãozona dele, deu um tapa nela e falô:
   - Desta noite ocê não passa, Pedrinha Bonitinha!


©By Eurico de Andrade, in Tabuí e seus Causoshttps://www.facebook.com/causos e http://tabui.blogspot.com.br/
Postar um comentário